terça-feira, janeiro 08, 2008

Era só o seu corpo...



e um vestido feito de fumo...
e ficava-lhe a matar...

1 comentário:

Tita disse...

Como é q este pensamento tem 0 navalhadas!?
São os minimalismos e leituras de imagem que nos deixam sem palavras!
Para alguns criticos ficar sem palavras é um pretexto para defender quem realmente não as tem, mas para outros é contemplar e aplicar de boca fechada um olhar profundo sobre o q aparentemente a imagem nos revela...o tal brilho que só os nossos olhos conseguem ver...meu querido...está lindo...principalmente se for lido!!