quarta-feira, janeiro 10, 2007

Não sou...



...nome inquestionável da literatura,
não sou escritor, nem tão pouco o meu sobrenome é "poeta"...
Não alinho em esquemas de heterónimos, pseudónimos ou o diabo a sete...
Não escrevo por cheques "carecas" ou simples trocos...
Não prendo as minhas palavras, nos olhos dos outros,
ou à volta dos olhos de alguém...
Não as ass(as)ino no final, sufocadas, pela pergunta do "Gostaste?", esperando uma resposta que me encha o "ego"...
Não...
Escrevo, sim, por simples altruísmo e amor às mesmas,
às quais me devoto, ajudando-as a voar sem pressa, nem direcção...
E mais não sou...
E mais não digo...
Apenas, escrevo...
Isso, sim...

6 comentários:

mysthicalmystery disse...

...como eu entendo as (tuas) palavras!
Somente quem nunca teve a percepção das mesmas julga(te)...
apenas quem nunca (as) sentiu...fala!
Apenas quem nunca escreveu,consegue falar sem pensar...!
Nunca esperamos "aplausos", nem gargalhadas que acabam por exautorar o sentido das mesmas... Nem mesmo as palmadas nas costas...e o "elogio" sem conteúdo!
Apenas o sorriso de quem entende
Apenas a certeza que o coração nunca (nos) mente!!
Voa...
Voa para todos os sentidos Bruno! ;))
Tens em ti o dom da asa livre e espontânea, tens em ti a capacidade de voares para onde quiseres, mesmo que o voo seja penoso e amargo
mesmo que o voo seja (por vezes) solitário!...
Mas, mesmo assim sorri...pois existe na vida uma (grande)certeza em nós, a de usufruir da palavra para expressar e escrever os "sonhos" ...onde muitos (ainda) escutam mas poucos entendem !!
para ti os meus "milhões" de sorrisos desmedidos...;))
... de uma pessoa que admira o teu distinto SER sem dístico!!!
O meu Aplauso bem forte ;) talvez o escutes por onde voas!!!

Beijinho*)
da Carla@

joana disse...

Que saudades de vir aqui tentar imaginar-te o olhar por entre as palavras que deixas.
Encontrar a música que nos encosta mais a nós, e quase ouvir o assobio dos lábios que dizem as tuas palavras no silêncio.

E não és, claro que não és...
Tu apenas vives, e vives tanto.

Beijo bruno

m. disse...

E que valor têm as tuas palavras!!!
Gostei de respirar o ar deste teu blog.Irei voltar.
Um beijo

Bullet_Proof(essor) disse...

Obrigado pelas vossas palavras...pela companhia que me transmitem...eu que ando sempre..."...só por existir, só por duvidar":)

Beijinhos e obrigados...

candida disse...

eu gostava de saber escrever. a única coisa em que acho que fui razovelmente boa foi ser professora.

candida disse...

boas continuações!