sexta-feira, março 23, 2007

Não bebo...



para encher a cabeça...
A cabeça, é que por tanto estar cheia,
acaba por transbordar...

3 comentários:

Anónimo disse...

...és (dono) de palavras que não procuram a consonância para juntar o(s) sentimento(s) ao teu faccioso Ser Bruno! És tão genuíno que fazes crescer sorrisos a todos os que por aqui passam...:)))
Milhões de sorrisos...mais uma vez, pela forma de humanizar um sentimento ''perdido''...(em quase todos nós!)
Pois o ''Amor'' é um sentimento que ofusca a ''mente'' e ilude o coração...:)
beijinhos Bruno :)

.......da Karla*

candida disse...

eu bebia um shot contigo pá :)

depois levavas-me ao hospital, espero.

Val disse...

...Fatalmente!