quarta-feira, agosto 13, 2008

Gerado por amor...fui escrito nas estrelas...




Bem sei que sou uma pessoa honesta,
nariz pouco empinado, traços simples,
cuja vida afectiva é importante,
feita de alguns pontos de interesse
outros tantos, tão negros, que me tornam pouco interessante…
Atencioso, tenho mais atenção,
à tensão entre o futuro e as resistências do passado
e isso causa-me explosões de raiva que não te passam ao lado…
Sei que sou aberto,
mas também sei que nem tudo o que digo te parece certo
e se gosto de astrologia, não é por influência da mãe ou da tia,
mas do Sol em Urano
que de uma estrela apaixonada se transformou em planeta desumano…
Sei que sou sociável,
mas, às vezes, consigo passar horas a fio a tentar não ser amável
e se sou racional nos sentimentos, é porque não há razão para viver ao sabor de certos ventos…
Sei que tenho medo de ser ferido,
mas cautelas e caldos de galinhas são para mim um amor antigo
e se crio expectativas altas, mais alto eu subo quando no chão eu sinto que me faltas…
Sei que me defendo atacando,
mas são as reacções bruscas de uma mente que pelos vistos não tem pilhas no comando
e se tenho necessidade de encontrar o equilíbrio entre a razão e o instinto,
Então eu escolho encontrar-me…a ti…
e muito mais haverá para dizer,
Quiçá um dia,
em que a noite me encontre de novo assim…

2 comentários:

Anónimo disse...

Mais umas quantas palavras cheias de tudo.

De vez em quando sabe bem voltar aqui e alimentar-me destas palavras que tanto me acalmam mesmo por vezes não sabendo muito bem o porquê disso acontecer.

Muitos raios de sol e muito algodão doce para ti

Iva disse...

Já não vinha aqui há muito tempo... sabe sempre voltar a algo que nos dá sempre o esperado, que não nos desilude! Adoro o que escreves e cada vez tenho mais vontade de te conhecer em carne e osso...
Despertas-te a minha atenção com um post com o video dos depeche mode Somebody e nunca mais a perdeste desde então... já lá vão uns anos.
Beijos Grandes e continua assim