quarta-feira, abril 19, 2006

Quantas vezes...



foram as vezes,
em que às vezes me sentava a um canto
e me sentia com orelhas de burro,
castigado pela tristeza, de uma professora chamada "vida",
que teimava em punir-me, por saber que eu era bem melhor do que aquele, que pensava eu que era...
E de todas as vezes,
em que me vias triste,
desenhavas nas minhas costas,
sem que eu soubesse,
as asas com as quais sabias
que eu voaria, mais alto...
mais longe...
mesmo que para isso,
tivesse de me ir embora,
de ti...
de mim...

P.S. Por isso eu pergunto...porque me as roubaste se o ladrão volta sempre ao local do crime?...

3 comentários:

Luís disse...

Gostei. Vou regressar.

Jozinha disse...

Adorei o blog.
Principalmente a música.

=D

Bullet_Proof_essor disse...

Muito obrigado pelos vossos comentários...!!! (Re)apareçam...serão sempre bem vindos...obrigados...