terça-feira, maio 30, 2006

De alba e coração...




Uma singela homenagem, de minha autoria, a um enorme poeta...

Nao te dês ao trabalho de me responder,
afinal de contas,
nao foi uma pergunta que te fiz...
Nao tens nada que agradecer,
sabes bem, que sempre gostei mais de dar do que receber...
...
E quando um dia te cruzares comigo,
na vida de rua
ou na rua de uma vida qualquer,
finge apenas que nao me conheces...
Pois apenas sou feito de palavras
e os gestos e os números, esses...
Deixo-os para ti...

2 comentários:

Anónimo disse...

Quem é amiga, quem é?

Anabela

Bullet_Proof_essor disse...

És tu...claro!!! ; )